Home   /   Blog   /   Agronegócio aposta em energia solar fotovoltaica para aumentar produtividade

Notícia

Agronegócio aposta em energia solar fotovoltaica para aumentar produtividade
11 de Janeiro, 2021

Agronegócio aposta em energia solar fotovoltaica para aumentar produtividade

Segundo ABSOLAR, este segmento é responsável por 8,7% dos investimentos no setor.

 

Muitas empresas e comércios já vem aderindo à energia solar fotovoltaica, pensando não só na redução da conta de energia, mas também na sustentabilidade, baixa manutenção e por ser uma fonte inesgotável de geração de energia. E são por esses motivos que o setor do agronegócio também vem apostando nessa energia.

 

Só este ano, segundo a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o setor foi responsável por 8,7% dos investimentos em energia solar fotovoltaica e esse número tende a aumentar significativamente nos próximos anos, devido ao grande desenvolvimento do agronegócio no país.

Este setor, que hoje representa 21% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, vem investimento em novas tecnologias, como a energia solar fotovoltaica, para inovar a produção e aumentar a competitividade que traz o fator redução de consumo de energia elétrica em até 95%, além de ter uma geração de eletricidade a partir de uma fonte limpa e inesgotável.

As usinas hidrelétricas vêm trabalhando com o nível baixo nos reservatórios, o que faz com que os “apagões” de energia se tornem frequentes. Para o setor de agronegócio a falta de energia representa a diminuição ou até mesmo perda na produção, gerando prejuízo irreparável, como vem sendo registrado com frequência no setor de avicultura, com a perda de centenas de frangos, devido a queda de energia nas granjas.

 

As vantagens do uso de energia solar fotovoltaica no setor de agronegócio não param por aí.

Há ainda outras aplicações importantes, como ser utilizada no bombeamento de água trocando o sistema movido à diesel por energia solar; na irrigação, este sistema pode ser automatizado usando energia solar e ainda no controle do fluxo de água, minimizando o consumo e reduzindo problemas.

Já na produção de leite, é possível maximizar o processo e proteger todo o insumo de forma eficiente, pois o uso de módulos solares nesta atividade permite que o leite seja conservado da melhor maneira nas câmaras de resfriamento, sem risco de “apagões” e perda da produção.

Outra forma de utilizar a energia solar é na cerca elétrica para o manejo do gado, que tem um baixo custo, porém com a energia vinda do sol é possível economizar ainda mais no processo.

 

A energia solar fotovoltaica veio para agregar e contribuir ainda mais para o crescimento do agronegócio no Brasil e no mundo.

Comentários

WhatsApp